DIVERSOS – Relembrando o poeta

Renova-te.

Renasce em ti mesmo.

Multiplica os teus olhos para verem mais.

Multiplica os seus braços para semeares tudo.

Destrói os olhos que tiverem visto.

Cria outro para as visões novas.

Destrói os braços que tiverem semeado,

Para se esquecerem de colher.

Sê sempre o mesmo.

Sempre outro.

Mas sempre alto.

Sempre longe.

E dentro de tudo.

 

Cecília Meireles.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.