DIVERSOS – São João e suas tradições

Um dos Santos comemorados no mês de junho  é São João Batista (celebrado no dia 24, que foi o dia do seu nascimento).
Pelo relato do cristianismo, o santo que fez o anúncio da “boa-nova” a boa notícia da vinda do filho de Deus à terra que faria a renovação de todas as coisas.
São João que batizou Jesus, seu primo, no rio Jordão.
O São João é uma festa tradicionalmente comemorada no nordeste do Brasil, sendo esse Santo um dos  mais populares da Igreja Católica dentro da cultura brasileira.
Uma mesa farta de iguarias regionais, a bebida tradicional é o licor, e a música tocada anima os presentes que dançam até o amanhecer um forró.
Grupos se reúnem e ensaiam quadrilhas, que é a dança típica para as apresentações. Essas quadrilhas se apresentam com seus passos bem ensaiados e tocados pela sanfona.
A vestimenta é a Caipira, bem colorida e cheia de encanto. Costuma-se também soltar Fogos de artifício e armar fogueiras onde assam milho verde.
Vários costumes e brincadeiras da região, como o casamento na roça e a brincadeira do trenzinho, dão brilho a essa festa. Dentre algumas das orações feitas para São João estão:

 

Oração de agradecimento:

“São João Batista, que veio anunciar a vinda do Messias, Jesus Cristo nosso Salvador, que em meio ao deserto pregou a todos os que vieram ao seu encontro para ouvir suas santas palavras e às margens do Rio Jordão batizou os primeiros fiéis e teve a sagrada honra de conceder o Batismo àquele de quem não se considerava merecedor, Jesus Cristo, o ungido Filho de Deus, faça de mim um templo para aspirar as benesses do Cristo crucificado e conceda-me a água sagrada, a mesma que nele aspergiu quando disse: ‘Eis o cordeiro de Deus que tira os pecados do mundo’. Eu, pobre pecadora, que me considerava indigno das promessas de Cristo, a partir deste  momento regozijo-me pela sua bênção santíssima e curvo-me à vontade soberana do Pai. Assim seja.”

 

Prece de intercessão:

“Ó, glorioso São João Batista, príncipe dos profetas, precursor do divino redentor, primogênito da graça de Jesus e da intercessão de sua santíssima mãe, que fostes grande diante do Senhor, pelos estupendos dons da graça de que fostes maravilhosamente enriquecido desde o ceio materno, e por vossas admiráveis virtudes, alcançai-me de Jesus, ardentemente vos suplico, que me dê a graça de o amar e servir com extremado afeto e dedicação até a morte. Alcançai-me também, meu excelso protetor, singular devoção a Virgem Maria Santíssima, que por amor de vós foi com pressa à casa de vossa mãe Isabel, para serdes livre do pecado original e cheio dos dons do Espírito Santo. Se me conseguirdes estas duas graças, como muito espero de vossa grande bondade e poderoso valimento, estou certa de que, amando até a morte a Jesus e a Maria, salvarei minha alma e no céu convosco e com todos os anjos e santos amarei e louvarei a Jesus e a Maria entre gozos e delícias eternas. Amém.”