NOTÍCIAS – Maya Angelou é a 1ª mulher negra a estampar moedas de dólar nos EUA

Reconhecida como grande poetisa, ativista norte-americana e figura influente da cultura afro-americana, Maya Angelou lutou pelos direitos civis e pela igualdade após superar um trauma na infância, e agora se torna a 1a mulher negra a estampar moeda de dólar nos EUA – aparecendo no 1o exemplar de uma série que vai homenagear diversas mulheres ilustres dos Estados Unidos.

A imagem da ativista vai estampar o verso da nova geração das conhecidas “quarters” – as moedas de 25 centavos, que são as mais usadas pelo país. As moedas vão ser produzidas em grandes quantidades para uso cotidiano e já estão sendo cunhadas nas cidades de Filadélfia e Denver, e vão entrar em circulação brevemente.

A homenagem resulta de um projeto de lei aprovado no final de 2020 de autoria da congressista democrata, da Califórnia, Barbara Lee. Até então, desde 1932, as “quarters” só tinham sido cunhadas duas vezes com versões alternativas: na série de 50 moedas representativas dos estados americanos (na década de 2000) e na série de parques nacionais (entre 2010 e 2021).

A moeda de Angelou é o primeiro exemplar da série intitulada “Prominent American Women”, que vai homenagear diversas mulheres célebres como: Sally Ride (astronauta e física), Wilma Mankiller (1a nativa americana líder da nação cherokee), Nina Otero-Warren (política e ativista latina) e a atriz Anna May Wong (aclamada como 1a estrela de ascendência asiática).

Renomada por suas memórias e poesia, Maya Angelou é considerada uma das autoras mais emblemáticas das condições das comunidades negras nos Estados Unidos. Ela faleceu em 2014 aos 86 anos.

 

Para mais informações acesse: o portal G1.