QUESTIONAMENTO – Como não ser induzida a violência?

Precisei ir a farmácia comprar um remédio, não achei nas farmácias do bairro, resolvi ir ao shopping, na farmácia me dirigi a atendente e ela me apontou para as vendedoras; ao me aproximar delas notei que estavam em desentendimento, esperei elas me notarem, como isso não aconteceu disse: “Com licença”, e uma delas grosseiramente me disse: “Não está vendo que estou ocupada?”. Tomei susto com a atitude dela, pedi desculpas e saí da farmácia. Não tinha caminhado 5 minutos e senti que alguém corria  atrás de mim, era a vendedora, me pegou pelo braço e me encaminhou de volta a farmácia pedindo desculpas, me atendeu e contou do problema com a colega.

Saí com a certeza de que temos que estar atentos, pois a violência se apresenta sobre todas as formas e em todos os lugares, e é da pequena violência que chegamos a ira e as vezes termina tragicamente.

Não deixemos que a violência nos induza a violência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *