Questionamento: Para você o dinheiro compra tudo?

Psiu! Psiu! Um carro sem motorista parado com duas mulheres, uma no banco de trás, perto do ponto de ônibus onde eu estava; ao olhar para uma delas, a de trás perguntou: Você ensinou no ICEIA? Aproximei do carro ela me identificou, relembrou a época que eu a ensinei e me fez lembrar.

Foi talvez a aluna com maior condição financeira da ocasião, adolescente e já conhecia meio mundo; “como as águas só correm para o rio”, casou-se com um rapaz de uma família abastada. Ela sofre de uma moléstia degenerativa, cura não existe, mas está tentando estacionar a doença; chorou no meu ombro, choramos juntas.

O motorista voltou, chegamos no meu itinerário, nos despedimos. Eu fiquei na lembrança uma frase dita cheia de emoção: ” Daria tudo que tenho para ser curada.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.