QUESTIONAMENTO – Quem envelhece são os adeuses?

Mais um ano de lembranças e de saudade da minha fiel amiga Nana; qualquer metro quadrado da casa lembra Nana, em todos os cantos ela fazia a sua sesta, mas a noite era na sua caminha dentro do meu quarto. Liderava todas as crianças da casa nas brincadeiras, na hora de dormir e de acordar, totalmente disciplinada; as necessidades eram feitas no quintal, sempre no mesmo lugar. Como conhecíamos o choro das crianças, também conhecíamos o latido de Nana: de felicidade, de alguém chegando, de tristeza, de alguém indo embora, de alegria nas brincadeiras, de desespero, estranho na área.

Participava de todos aniversários da família e esperava com educação o seu pedaço de bolo.

Adeus Nana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *