VALORIZACÃO – DESTAQUE DO MÊS

Destaque do mês – Cilene Tinaut

34594935_1263525330444536_1381144298505895936_n

Cilene Tinaut, soteropolitana, aquariana da gema, linguista, encontra sua felicidade na música.

 

Entrevista:

  1. Ensinando Sempre – Acompanho a sua carreira, há muito tempo e sempre me questiono, por que com sua cultura e escolaridade enriquecidas em Londres, tendo condição de seguir qualquer profissão se envolveu com a música?

Resp. Para responder essa pergunta é necessário que eu dê uma explicação sobre algo, que geralmente só os artistas entendem.

A arte é uma missão, uma missão universal, e que nós recebemos muito antes de nos apresentarmos ao mundo como encarnados. Então tratando-se de missão, não fui eu que escolhi a música, mas sim a deusa música que me escolheu.

O que triplica a minha responsabilidade de honrar essa tão importante escolha.

Me preparei sócio-culturalmente para o exercício de várias outras profissões é verdade, mas se você analisar direitinho, todas elas só enriquecem a minha atuação como cantora.

2. Conheço alguns dos seus Projetos Musicais, como: Confraria da Boa Música, Sambão pra Jorge, Sambas que marcaram Épocas e outros. Qual deles é de mais importância para você?

Resp. Projetos são filhos que gestamos, e parimos, tendo o compromisso de acompanhá-los durante toda a vida. Assim como filhos todos tem a mesma importância e conotação de valor. Amo todos e prefiro todos com a intensidade que é possível imprimir em cada um.

Cada projeto reflete o meu estado musical na ocasião, mas sem fugir da missão de levar a música numa mensagem de ternura e enriquecimento ao maior número possível de pessoas.

19113925_1492573370793041_3313027977085667207_n

3. Aprecio muito você cantando em inglês e acho que realmente com esse idioma é que você expõe todo o seu potencial vocal, relevando muito a sua pronúncia e a sua musicalidade. Por que essa preferência pelo Samba?

Resp. Agradeço o elogio! Na realidade esse comentário tem sido uma constante na minha caminhada desde que inseri o samba no meu palco. Acredito que a preferência do público acontece pelo fato de toda minha formação acadêmica musical ter sido como instrumentista, o que me conduziu a escolher o Jazz como plataforma do meu cantar. Só que eu sou brasileira, baiana, candomblecista e o samba tem a propriedade de retratar a ciência emocional do meu povo. Isso não caracteriza uma preferência, mas sim um enriquecimento as minhas opções musicais.

Não deixei os outros ritmos, inclusive no momento estou como Produtora e Diretora Musical de um projeto grandioso chamado MPM- Música Popular Mundial, que tem o objetivo de levar a Música como linguagem ao mundo, rompendo barreiras e utilizando a Música como idioma. Nesse projeto, do qual eu também faço parte como cantora, eu canto diversos ritmos e idiomas, incluindo o inglês.

Gostaria de deixar uma mensagem aos leitores do Blog Ensinando Sempre, retratando o meu carinho pela música, assim como pelas letras, já que sou pós graduada em Letras Vernáculas com Inglês. Agradeço imensamente o carinho e a o oportunidade de levar a minha arte a um público tão refinado e atento.

 

Hoje o que me traduz é ela, que me inspira, relata , transforma e conduz.
Hoje eu sou apenas um estado de espírito que se reflete como espelho numa rua chamada felicidade.
Não dona, não senhora, sequer algoz, apenas uma corrente simbolo da continuidade de uma missão que vai e volta em anseios e respostas a uma doce inspiração.
Hoje quem me regula é ela, minha deusa aos quatro ventos, aos quatro cantos. A Música!
Gratidão!!!

Cilene Tinaut

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *