DIVERSOS – Coisas da vida

Estava anoitecendo, eu iniciando os trabalhos do meu turno, quando Violeta Celeste, professora de francês, veio as pressas me contar que foi visitar uma amiga no Hospital Santa Izabel e lá soube que um ex-aluno estava internado e muito mal, ao visitá-lo ele pediu para ela me avisar que ele queria me ver, em linhas gerais ela me contou o estado em que ele estava.

Eu passei a responsabilidade do turno a minha assistente Solange Paiva e me dirigi ao hospital, lá chegando com dificuldade me deixaram ver Consesso. O rapaz que era esportista, forte, bonito e tinha aproximadamente 1,80 estava resumido a pele e osso com uma estatura aparentando talvez um metro, só uma coisa permanecia: “o sorriso”, dentes lindos e perfeitos, colocando um secreção pela boca enxugada pela mãe, ao me ver ele falou: “Professora Angélica Tinaut que bom lhe ver”, muito fraco e falando com dificuldade, a enfermeira na porta me chamando para eu sair do quarto, era 21 horas.

No dia seguinte telefonei para o hospital e soube que Consesso havia falecido de madrugada; são coisas da vida.

Fiquemos atentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *