DIVERSOS – Histórias Que Nos Ensinam

Estava ali abandonado no mato, um brilhante. Bem perto, presa a uma árvore, uma gota de orvalho também brilhava, cantando sobre os raios de sol que a atingiam.

Um caracol ao vê-los cumprimentou-os:

– Bom dia! Vocês são lindos! São parentes não?

O brilhante ofendeu-se:

– Onde já se viu dizer que sou parente de uma simples gota d’água!

Nesse momento desceu do céu uma andorinha sedenta a procura de água, e pensando que o brilhante fosse uma gota d’água bateu o seu bico nele. Ao sentir sua dureza exclamou:

– Oh! Que pena! Pensei ser uma gota d’água para matar a minha sede e e só um brilhante que para mim não tem valor algum…vou morrer de sede.

Mas ao olhar para o lado percebeu a gota d’água na arvore, aproximou-se dela e saciou a sua sede.

Ensinando: Muitas vezes não percebemos o real valor das coisas simples que são vitais e nos preocupamos em acumular riquezas. Damos mais valor a aparência do que a utilidade das coisas. Passamos nosso tempo correndo atrás de ouro e de brilhantes e esquecemos de contemplar o pôr do sol, de correr descalço na grama, de colher o fruto de uma árvore…coisas simples mas vitais para nosso equilíbrio como seres humanos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.